Sobre Nilson Dias – Instituto Pindorama

nilson e katia sem glutenNilson Dias (MBA) encerrou seu ciclo como gerente de projetos em uma multinacional com apenas 25 anos de idade e tornou-se fundador do Instituto Pindorama, uma organização sem fins lucrativos que promove a educação para sustentabilidade e qualidade de vida.  Pós-graduado em Gerenciamento de Projetos pela FGV e com graduação em Análise de Sistemas,  optou por se especializar em outras áreas de conhecimento.

Formou-se professor de Yoga Sivananda em Netala, Himalayas, quando também teve a oportunidade de estudar com Vandana Shiva (Navdanya) e Satish Kumar (Schumacker College). Também participou de vivências no Cal-Earth Institute na Califórnia do Sul. Técnico em eletrônica, especializou-se na área de energias alternativas e aquecimento solar.  Cursou 4 anos de Seminário de Pedagogia Waldorf e Antroposofia e educação em casa (home schooling) é um de seus temas de pesquisa. Autor do livro “Permacultura para Organizações e Casas Ecológicas” hoje dedica-se a auxiliar pessoas que desejam fazer a transição para uma vida com mais qualidade, seja no campo ou na cidade, promovendo o despertar das potencialidades e aptidões para viver fora do sistema.

Hoje com 34 anos de idade, é considerado referência nas áreas de permacultura, sustentabilidade e transição de vida, tendo realizado diversas palestras e cursos pelo Brasil e na sede do Instituto Pindorama em Nova Friburgo, onde reside e trabalha com sua esposa Kátia Erbiste, artesã e professora de Yoga, fundadora da Kamomilla Mandalas.

Conheça um pouco mais de Nilson Dias e o Instituto Pindorama neste vídeo:

 

  • FERNANDO HERÁCLIO MENDES G. DE OLIVEIRA

    Bom dia, amigo!
    Muito bom esse seu trabalho, o qual pretendo conhecer pessoalmente.

  • Lucas Lima

    ola amigo estou começando a desenvolver projetos voltados a esse tema, e gostaria de saber aonde consigo essa bobina de saco para projeto de bio construção ao qual ja dei iniçio porem a unica dificuldade sao jutos os sacos, que estão complicados de serem encontrados em grande quantidade, poderia me dar uam dica de onde ou como consigo ou se posso substitui-los?

    • Nilson Dias

      Olá Lucas, você pode comprar a bobina para hiperadobe na CITROPAK eles entregam em todo Brasil. Abraços, Nilson

  • Nikole

    amei! quero conhecer vocês e o instituto! Parabéns pela iniciativa linda! <3

    • Nilson Dias

      Olá Nikole, tudo bem? Agradecemos seu interesse em nosso projeto! Esperamos vê-la em breve por aqui ! Abraços, Nilson

  • eu tenho interesse em aprender….4399714660 whatsapp

    • Nilson Dias

      Olá Pollyana, tudo bem? Agradecemos seu interesse em nosso projeto! Se você se inscreveu em nossa lista de e-mails, fique atenta que nos próximos dias estaremos divulgando o link do Workshop Viver Fora do Sistema. Até mais!

  • Ronaldo Rigamonte

    Rapaz, meu caro Nilson, meus sinceros parabéns!! Isso que vc faz é, justamente, o que eu sempre quis fazer, cara, porém a vida não me deu essa chance. Já larguei função de sub-chefe de relações públicas, numa grande empresa e comprei uma fazenda, não deu certo, problemas com a esposa, voltei para a cidade, depois me divorciei. Fui para Toronto levantar uma grana na construção “drywall”, voltei para matar saudade dos filhos e retornar a Toronto, problemas com o divórcio me prenderam. Comprei restaurante, vendi, comprei um sítio para tentar uma vida com filosofia tipo a sua, não deu. Um tempo depois comprei um pequeno sítio, onde vivo agora, sozinho e estou tentando implantar esse sistema de independência, evito tudo que eu posso que possa conter químicos, prefiro comer mato que comprar legumes envenenados, quase já me dei mal com isso, hehe, mas continuo e quero montar minha horta, galinheiro, já tenho poço de peixe, mas trabalho com marcenaria artesanal, fabrico móveis e peças decorativas em madeira, faço tudo, em madeira, reformo, restauro, inclusive. Daí ainda não consegui tempo para o sítio, mas vou tentar com mais força agora. Me agrada, inclusive, a ideia de poder ir te ajudar aí, de alguma forma, hehe! Também tenho bastante prática com redação, pois já lidei com jornais. Sei inglês médio e não assisto tv e muito menos “caço pokemons”! Hehehe! Costumo dizer que viver em cidade, é inventar problemas para ter que resolver. E aí, tem vaga aí? Hehehehe!
    Um detalhe, sou um cara com um grande número em idade, porém pequeno número na prática e na realidade! Estou satisfeito de saber que existe projeto tipo o seu e por ser, justamente, da forma que imaginei! Escrevi muito, mas não é nem um décimo do que gostaria de escrever a respeito, Hehe! Grande abraço, cara e que Deus te abençoe sempre!!!!