Como fazer Hortas Verticais

Tempo de leitura: 7 minutos

Hoje vamos falar sobre produção de alimentos em pequenos espaços e também um pouco sobre agricultura urbana.

Para começar, para plantar a gente precisa de um bom solo e aqui vamos fazer um substrato, que é a mistura de vários tipos diferentes de matéria mineral e orgânica pra agregar e virar solo e a gente vai depois adicionar isso nos recipientes onde iremos plantar. 

Aqui estamos trabalhando com duas partes de terra preta, que é basicamente matéria orgânica transformada em terra através de compostagem, uma parte de barro e uma parte de areia. Agora vamos mistura-los para ficar homogêneo e depois vamos levar para os recipientes.

Se na sua casa você não tiver como fazer essa mistura você pode conseguir em algum horto próximo a terra para jardinagem já pronta, mas todos estes materiais são de fácil aquisição

Em breve faremos um vídeo ensinando a compostagem para que você aprenda a fazer a terra preta

Então, como podemos ver, este é mais ou menos o aspecto do substrato pronto.

Você vê que tem homogeneidade na cor e ainda se vê algum resto de matéria orgânica, como cascas de ovos, galho, palha. Se encontrar algum torrão de barro, pode desmanchá-lo, misturando e já estabelecendo essa relação com o material que você ta trabalhando

Lembrando que colocar a mao na terra é fundamental, descarrega as energias, purifica

É um trabalho também que neste momento em que tá todo mundo com a mente sobrecarregada de informação pode ser uma boa alternativa de terapia manual, trabalhando o emocional através da jardinagem e do plantio

Então, depois da preparação do solo a gente fixou os pallets para eles ficarem bem firmes, não ter risco do vento derrubar ou o peso das próprias plantas puxarem eles pra frente.

Agora estamos criando outro sistema aqui pra fixação dos vasinhos. No caso, nós estamos usando fita de irrigação reaproveitada, que a gente tem bastante desse material porque a gente tá gravando esses vídeos pra vocês durante o período da quarentena, então a ideia é que a gente não vá na cidade buscar nenhum tipo de material; que a gente trabalhe com o reaproveitamento do que temos no sitio

Se você na sua casa não tem a fita de irrigação mas você tem câmara de ar, arame, restos de madeira, você vai usar a sua criatividade

Não existe uma maneira certa de fazer, existe a maneira adequada de fazer com o recurso que você tem para chegar no resultado que você precisa, ta bom?

Então vamos fixar umas fitas por trás, para evitar que os vasos caiam e logo em seguida vamos preencher os vasos com material para depois botar as mudas

Agora estamos terminando a fixação dos recipientes no primeiro pallet, vamos colocar as mudas, plantar realmente

Uma dica: além desse arremate com pedaço de mangueira, ou de plástico que você faz para não forçar a cabeça do parafuso e o vaso não romper, é legal botar próximo a ripa, horizontal do pallet, um vasinho apoiado e a gente ainda tá dando um reforço com a fita, que é pra fazer uma contenção maior do peso depois e não forçar tanto a fixação com os parafusos

Lembrando que você pode usar o material que tiver em casa, amarrando com um pedaço de corda, fio, arame, câmera de ar de pneu. Vai da sua criatividade e da sua capacidade de achar soluções com o material que você tem

Depois da fixação dos vasos, a primeira camada que você vai colocar no recipiente é de entulho. Pode ser pedra (brita)… no caso, aqui a gente tá usando caco de telha e caco de vaso de cimento

Os cacos vão ajudar na drenagem do vaso pra você não perder tanta terra quando for fazer a irrigação. Isso deve ser feito em todos os recipientes

bromeliácea então ele também dá um efeito paisagístico. Bem bonito E daqui a alguns meses dessa muda você poderá tirar outras mudas

Temos aqui também uma bandeja com mudas, que adquirimos com um vizinho, mas você pode utilizar sementes. Esse assunto fica pra outro vídeo, no qual iremos falar sobre mudas.

O alho poro precisa de profundidade, então coloque nos vasos mais fundos.

É importante que você dê uma “apertadinha” na terra em volta da planta para fixar e eliminar as bolsas de ar. Não pode ter bolsa de ar na raiz da planta

Se você tem outras maneiras, outras técnicas de fazer ou outras ideias do que plantar, você pode compartilhar com a gente, escrevendo nos comentários do vídeo etc. Este é um memento de colaboração, não de competição. Se você sabe fazer diferente, sabe faze melhor? Otimo! Vamos fazer juntos! Na verdade, estamos aqui trocando conhecimentos

Já o Manjericão é um arbustivo, vai crescer e ganhar volume

Outra dica é você dar uma quebradinha na ponta da raiz, isso vai estimular a planta

Lembrando que, se houver espaço, você pode ter uma variedade de plantas em um mesmo recipiente. Por exemplo, se usar o manjericão que é um arbusto, na base você pode colocar uma planta mais rasteira, como a hortelã, que é uma planta que não vai disputar em altura com o manjericão e que gosta de sombreamento. Assim, o manjericão vai crescer e gerar sombreamento pra hortelã.

Agora vamos pensar nos vegetais, o que colocar e onde.

Bom, já colocamos as plantas nos recipientes pensando no design e nas combinações. Plantas que crescem com plantas mais rasteiras e plantas que têm um ciclo mais longo com as que tem um ciclo mais curto.

Por fim, vamos cobrir os recipientes com folha seca triturada, poderia ser resto de grama seca. Mas “por que isso?”, você deve estar se perguntando. Isso serve para reter a umidade e para otimizar a sua rega. Assim o sol não leva tanto, não evapora tanta agua da terra e o vegeta vai conseguir melhores condições para se desenvolver.

Futuramente, esse material também vai servindo de matéria orgânica e como uma espécie de adubo pra sua horta. Bom, é isso!

Depois de um dia de trabalho a gente conseguiu fazer a parte vertical da nossa horta. Temos uma grande variedade de espécies de plantas: abacaxi, alface, manjericão, hortelã, beterraba, cebolinha etc. Qual o objetivo? Voce deve estar pensando: “eu vou conseguir viver só com uma horinha dessas?” Não, não vai viver exclusivamente disso. Não é isso que vai garantir a sua subsistência, mas isso vai complementar, num momento de dificuldade como o que a gente tá passando, ou de futuras dificuldades que possam vir a acontecer diante dessa pandemia, isso aqui vai trazer variedade pra sua alimentação. Então o ideal é juntar algumas técnicas diferentes, como o cultivo em pequenos espaços, o aproveitamento integral dos alimentos, germinação de grãos, brotos. Assim, você vai começar a ter diversidade de alimentos frescos sem ter a necessidade de ter que ir frequentemente ao mercado ou a feira. Na verdade, isso é uma otimização

Esse foi o vídeo de produção de alimentos em pequenos espaços

No próximo vídeo vamos ensinar a transformar um tonel num espaço de cultivo, aí com alguns toneis desses você consegue produzir raízes, vegetais e hortaliças que precisam de mais terra e mais aprofundamento

Compartilhe! Esse é um momento de compartilhamento