Pequenas mudanças que seu restaurante pode fazer para ajudar o mundo e melhorar os negócios.

Tempo de leitura: 4 minutos

Somos hoje 7 bilhões de habitantes e produzir comida para esse número crescente de pessoas sem acabar com os recursos planetários é um dos grandes debates mundiais da atualidade. Ser parte dessa cadeia, é uma posição de onde se pode gerar grande impacto no mundo, diminuindo resíduos e desperdício, incentivando o vegetarianismo e o veganismo e aumentando a consciência das pessoas a respeito da sua própria alimentação, afinal, somos o que comemos. A seguir algumas dicas simples que podem auxiliar donos de restaurantes a melhorar o mundo e os negócios.

Composteira Organokit + manual de uso

  •  Tenha pelo menos 1 prato vegano

Tudo bem que se negócio não seja vegetariano, mas por consciência ambiental todos queremos que hajam cada vez mais veganos, vegetarianos e pessoas que se pré – dispõem a não comer carne em algumas refeições. Isso se tornará mais fácil, se os restaurantes tiverem nos cardápios boas opções sem carne. A produção de carne, e de soja para alimentar gado são grandes vilões do desmatamento. Além de educar ambientalmente, isso possibilitará que um novo grupo de clientes frequente seu restaurante com amigos e família alavancando os negócios.

 

  • Nem tudo precisa de carne

Muitas pessoas vão achar incrível essa afirmação mas farofa, vagem e feijão não precisam de bacon para serem comidos. Se seu restaurante coloca carne em tudo deixa o paladar das pessoas viciado. O objetivo final para a saúde das pessoas e do planeta é diminuir a quantidade de carne que elas comem, que no Brasil é muito além do recomendado por dia pela OMS.

  • Escreva de forma clara o que seus pratos são

Essa semana fui a um restaurante e havia duas panelas, uma escrito arroz e a outra arroz integral. Só que a de arroz integral tinha frango desfiado. Notei pouco antes de colocar no meu prato e chamei a atendente.

– boa tarde, essa placa esta errada. Isso não é arroz integral.

– O arroz é integral

– Sim, mas está com carne e eu sou vegetariano.

– Não, é carne é frango.

– Moça, o que a senhora chama de frango é a carne de um outro animal que não o boi. Não acha mais adequada escrever arroz integral com frango?

Uns 5 min de debate, no fim da história a moça chamou o gerente, tive que explicar tudo novamente ouvindo novamente algumas afirmações do mesmo nível, até que finalmente trocaram.

Esse tipo de detalhe para vegetarianos e veganos, faz toda a diferença. É muito comum você comprar alimentos com carne por engano e ter que achar alguém para dar para não precisar comer.

Outra boa ideia é sinalizar pratos que contém alimentos orgânicos.

  • Se você é um restaurante por quilo pratique preços diferenciados para vegetarianos

Vegetarianos costumam fazer pratos muito mais pesados com itens que normalmente são baratos, como arroz, feijão, hortaliças, raízes e frutas. Praticando preços diferenciados em seu restaurante você mantem as coisas justas e cria um diferencial em relação a concorrência mostrando que seu restaurante está atento a esse tipo diferenciado de consumidor.

  • Forneça quentinhas para que os clientes levem a comida que não aguentarem comer.

    Essa é uma bela forma de evitar o desperdícios e incentivar as pessoas a terem um hábito que no Brasil não é comum, levar alimentos para casa. Para isso, é importante que as quentinhas estejam à mostra e que conste nos cardápios ou em outros locais visíveis a informação de que o restaurante as oferece.

    Seu restaurante já faz algumas dessas ações? Tem outras idéias? Conhece alguma história inspiradora relacionada com esse texto? Conte pra nós nos comentários!!

Abraços Fraternos,

Marcel Segal Hochman